top of page

ICMS: governo e empresários atuam para influenciar voto dos deputados

Anunciada às vésperas do final do ano, a proposta do govenador Eduardo Leite de elevar de 17% para 19,5% a alíquota do ICMS, principal imposto estadual, pegou de surpresa deputados aliados, empresários e a sociedade em geral.


Governo e empresários têm confrontado argumentos a respeito do tema e, nos próximos 18 dias, centrarão foco no convencimento dos deputados estaduais, responsáveis por decidir o destino da proposta no dia 19 de dezembro.


A Federasul divulgou na internet um placar parcial, no qual 30 deputados se manifestaram contra o aumento, e os outros 25 não responderam. A margem seria suficiente para derrubar a iniciativa, mas nem a entidade e nem o governo consideram o placar definitivo.


Cientes das dificuldades para conseguir os votos para a aprovação, o governador Eduardo Leite e secretários têm dedicado boa parte da agenda ao tema. Nesta semana, o governador recebeu jornalistas, conversou com presidentes de partidos políticos e visitou pessoalmente as federações empresariais que reagiram à proposta.


Zero Hora


bottom of page