top of page

Exportações da indústria recuam no Rio Grande do Sul

As exportações da Indústria de Transformação do Rio Grande do Sul tiveram queda tanto em quantidade quanto em faturamento no mês de abril, na comparação com o mesmo mês do ano passado. A quantidade comercializada com outros países recuou 11,9%, enquanto o faturamento, ao atingir US$ 1,3 bilhão no mês, caiu US$ 228,4 milhões, baixa de 15,1% na mesma base de comparação. No acumulado do ano entre janeiro e abril, as vendas externas chegaram a US$ 5,4 bilhões, baixa de 1,7% frente aos primeiros quatro meses de 2022. “O resultado preocupa porque foi o quinto mês consecutivo de diminuição nas quantidades exportadas”, afirma o presidente da FIERGS, Gilberto Porcello Petry.

Os preços médios dos produtos exportados também apresentaram retração, 3,6%, ante abril de 2022. A média móvel de 12 meses da receita, segundo os resultados divulgados pela Secex, já apresenta trajetória declinante, assim como a média do índice de quantidades exportadas. Dos 23 segmentos exportadores da Indústria de Transformação, apenas dez apresentaram avanço na receita de suas vendas ante o mesmo mês do ano passado.

De uma maneira geral, a queda observada foi influenciada pelo desaquecimento externo. A China, por exemplo, diminuiu em 7,9% suas importações mundiais e em 8,4% suas importações do Rio Grande do Sul.


Comunicação da FIERGS



Comments


bottom of page