top of page

FIERGS projeta PIB gaúcho crescendo 4,7% em 2024

Já quase finalizando 2023, a estimativa da Fiergs é que o PIB estadual feche o ano com um incremento de 2,5%. Para o Brasil, a perspectiva é de um desempenho um pouco melhor para a economia, uma elevação de 2,8%. Porém, para o próximo ano, a entidade projeta um crescimento de 4,7% para o PIB gaúcho, bem maior que a expectativa do País que é de 1,5%.

Os percentuais foram divulgados nesta quinta-feira (30), durante apresentação do balanço de 2023 e perspectivas de 2024 da Fiergs. O economista-chefe da instituição, Giovani Baggio, explica que a previsão desse maior crescimento do PIB do Rio Grande do Sul baseia-se na expectativa da recuperação da safra agrícola gaúcha. Ele lembra que a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) espera uma produção de aproximadamente 41 milhões de toneladas de grãos para o próximo ano e em 2023 a estimativa é fechar em 28 milhões de toneladas.


Apesar da perspectiva de crescimento, Baggio frisa que 2024 será rodeado por muitas indefinições. "Na última ata do Banco Central a palavra incerteza apareceu 12 vezes, um recorde", afirma o economista. Por sua vez, o presidente da Fiergs, Gilberto Petry, ressalta que 2023 foi um ano difícil. "E no final do ano recebemos o presente do governador (Eduardo Leite) da proposta de subir as alíquotas de ICMS", comenta o dirigente.


Jornal do Comércio


bottom of page